Resultados Esperados


Cem jovens “despertados” para o universo do empreendedorismo socioambiental sustentável. Esses jovens poderão atuar como futuros líderes da região. O Curso Despertar também gera oportunidades para esses jovens em outras iniciativas de formação na região.

Jovens formados em empreendedorismo socioambiental sustentável capazes de participar dos editais de pré-aceleração e aceleração existentes.

Aproximação de instituições de ensino e pesquisa em empreendedorismo socioambiental.

Criação de rede de jovens transformadores identificados e conectados via APP.

Apoiar e Formar Empreendedores


O empreendedor socioambiental combina um forte senso de missão socioambiental com as ferramentas analíticas, disciplina, inovação e determinação para seguir abordagens de negócio mais efetivas e, muitas vezes, heterodoxas e fora da caixa na área social. Além disso, identifica oportunidades para avançar na solução de situações complexas e difíceis. Dessa forma, engaja-se em processos contínuos de inovação, adaptação e aprendizado e revela um senso extraordinário para realizar a sua missão com foco nos seus constituintes/público.

Objetivo:

O Amazônia 360 apoia e forma empreendedores socioambientais oriundos de universidades e escolas técnicas de nível médio capazes de contribuir para o desenvolvimento sustentável na Amazônia com foco na área rural. Assim, visa preencher a lacuna de formação empreendedora nas universidades e escolas técnicas de nível médio na região e contribuir para a formação multidisciplinar e intercultural desses estudantes. Também busca estabelecer a inexistente conexão entre a sala de aula e a realidade da área rural da Amazônia. Reconhecemos que há uma necessidade urgente de buscar soluções para conservar e manejar os recursos naturais da região amazônica a partir de novas abordagens de negócios, além da necessidade de atrair jovens com compromisso socioambiental e sólida formação humanística e técnico-científica.

Método:

Formação de empreendedores sociobientais na Amazônia com foco na área rural e florestal. Há uma sequência (nem sempre linear) no empreendedorismo que parte do despertar e ideação para as fases de pré-aceleração, aceleração até a maturação do empreendimento. O Amazônia 360º representa as duas primeiras etapas do empreendedorismo socioambiental: o despertar e a ideação. Essas são as etapas de base do empreendedorismo.

Na Amazônia, quase todo o esforço existente para formar empreendedores ocorre somente a partir da aceleração e, em alguns casos, na pré-aceleração. Além disso, há pouca aproximação entre o empreendedorismo socioambiental (mais raro) e o empreendedorismo de negócio (mais comum) na região.

Amazônia 360º forma jovens empreendedores na Amazônia com foco nas áreas rural, florestal e socioambiental. Para isso, oferece uma experiência composta por duas etapas: o curso despertar, no qual os empreendedores conhecerão a Amazônia em todas as suas dimensões, com visão de oportunidades para negócios sustentáveis; e o curso ideação, o qual inclui visitas a algumas cadeias produtivas na Amazônia para a percepção real (Bootcamp) das lacunas e oportunidades dos negócios sustentáveis.

Despertar

Curso de Formação Geral (10-15horas). Uma jornada de imersão nas dimensões social, étnico-cultural e ambiental da Amazônia, novas economias e negócios sustentáveis do século 21. Encontro baseado em dinâmicas de grupo para conhecer os desafios e oportunidades de empreender na Amazônia. Uma compreensão maior sobre os impactos ambientais e sociais provocados por cadeias produtivas não sustentáveis na região contribuirá para a formação crítica dos futuros empreendedores.

Ideação

Curso Ideação (40 horas). Curso baseado em dinâmicas de grupo para vivenciar e perceber os problemas reais das cadeias produtivas da Amazônia (cacau, açaí, turismo rural, sistemas agroflorestais, pesca artesanal/caranguejo, gastronomia etc.). Os objetivos específicos do curso são desenvolver a percepção dos impactos ambientais e sociais dessas atividades; identificar suas lacunas e oportunidades; desenvolver a habilidade de design thinking; propor ideias de negócios.

EMBARCA


A primeira edição do Workshop Despertar reuniu 66 jovens estudantes de diferentes áreas de conhecimento da cidade de Barcarena em um dia e meio de oficina. No primeiro final de semana de dezembro, os participantes aprenderam e praticaram metodologias para criar uma ideia de negócio com base em uma das cadeias produtivas de maior oportunidade para a região: açaí, cacau, abacaxi, biodiversidade, turismo e artesanato.

Organizados em grupos entre desconhecidos de habilidades multidisciplinares, tiveram acesso a palestras, folders exclusivos, vídeos, dinâmicas, mentorias e acompanhamento de psicólogas comportamentais para auxiliar no processo de criação e apresentação da proposta em formato de pitch ao final do evento. A expectativa é provocar o despertar de 300 jovens da região nas próximas duas edições do Workshop que acontecerá no primeiro semestre de 2019.